Rola Blog - Bem-humorado em suas quatro linhas. Ou melhor, entrelinhas.

Translate Traduca Traduzca Traduisez


------------------------------
:: Conheça o PERFIL do Rola Blog e do autor
------------------------------


E-mail


E-mail
Adicione o RB aos favoritos
------------------------------


RSS


Da Arquibancada:
- Sua nota para o Rola Blog
- Indique esse Blog


Enquete
Para o Brasil receber megaeventos esportivos, o mais importante é...

Investir em mobilidade urbana e infra-estrutura

Construir arenas e estádios modernos

Planejar o legado

Estruturar o esporte de base aliado à educação

Votar


Galeria.RB
- Álbum de figurinhas
- Ingressos históricos
- Joga Blog (Games)
- Wallpapers NBA
- Mapa do site
- Escrete Virtual
- Matérias Revista Placar


TV


PODCAST


Coberturas Especiais:
- ROLA BLOG NO PAN
- COPA DO MUNDO 2006
- OLIMPÍADAS 2008
- ELES QUEREM ESTÁDIO

BLOGS


ESPORTE


Siga o Rola Blog:
------------------------------

Twitter

Orkut


Facebook


Flickr


Youtube

------------------------------

Arquivo Esportivo:
- 26/09/2010 a 02/10/2010
- 18/07/2010 a 24/07/2010
- 11/07/2010 a 17/07/2010
- 04/07/2010 a 10/07/2010
- 27/06/2010 a 03/07/2010
- 20/06/2010 a 26/06/2010
- 13/06/2010 a 19/06/2010
- 30/05/2010 a 05/06/2010
- 16/05/2010 a 22/05/2010
- 09/05/2010 a 15/05/2010
- 02/05/2010 a 08/05/2010
- 11/04/2010 a 17/04/2010
- 21/03/2010 a 27/03/2010
- 07/03/2010 a 13/03/2010
- 14/02/2010 a 20/02/2010
- 24/01/2010 a 30/01/2010
- 10/01/2010 a 16/01/2010
- 20/12/2009 a 26/12/2009
- 13/12/2009 a 19/12/2009
- 29/11/2009 a 05/12/2009
- 22/11/2009 a 28/11/2009
- 15/11/2009 a 21/11/2009
- 08/11/2009 a 14/11/2009
- 01/11/2009 a 07/11/2009
- 25/10/2009 a 31/10/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 20/09/2009 a 26/09/2009
- 16/08/2009 a 22/08/2009
- 09/08/2009 a 15/08/2009
- 02/08/2009 a 08/08/2009
- 26/07/2009 a 01/08/2009
- 19/07/2009 a 25/07/2009
- 12/07/2009 a 18/07/2009
- 05/07/2009 a 11/07/2009
- 28/06/2009 a 04/07/2009
- 21/06/2009 a 27/06/2009
- 07/06/2009 a 13/06/2009
- 17/05/2009 a 23/05/2009
- 03/05/2009 a 09/05/2009
- 19/04/2009 a 25/04/2009
- 05/04/2009 a 11/04/2009
- 22/03/2009 a 28/03/2009
- 15/03/2009 a 21/03/2009
- 08/03/2009 a 14/03/2009
- 01/03/2009 a 07/03/2009
- 22/02/2009 a 28/02/2009
- 15/02/2009 a 21/02/2009
- 08/02/2009 a 14/02/2009
- 25/01/2009 a 31/01/2009
- 18/01/2009 a 24/01/2009
- 11/01/2009 a 17/01/2009
- 04/01/2009 a 10/01/2009
- 21/12/2008 a 27/12/2008
- 14/12/2008 a 20/12/2008
- 07/12/2008 a 13/12/2008
- 30/11/2008 a 06/12/2008
- 23/11/2008 a 29/11/2008
- 16/11/2008 a 22/11/2008
- 02/11/2008 a 08/11/2008
- 26/10/2008 a 01/11/2008
- 19/10/2008 a 25/10/2008
- 05/10/2008 a 11/10/2008
- 21/09/2008 a 27/09/2008
- 14/09/2008 a 20/09/2008
- 07/09/2008 a 13/09/2008
- 31/08/2008 a 06/09/2008
- 24/08/2008 a 30/08/2008
- 17/08/2008 a 23/08/2008
- 10/08/2008 a 16/08/2008
- 03/08/2008 a 09/08/2008
- 20/07/2008 a 26/07/2008
- 13/07/2008 a 19/07/2008
- 06/07/2008 a 12/07/2008
- 29/06/2008 a 05/07/2008
- 22/06/2008 a 28/06/2008
- 15/06/2008 a 21/06/2008
- 08/06/2008 a 14/06/2008
- 01/06/2008 a 07/06/2008
- 25/05/2008 a 31/05/2008
- 18/05/2008 a 24/05/2008
- 11/05/2008 a 17/05/2008
- 04/05/2008 a 10/05/2008
- 27/04/2008 a 03/05/2008
- 20/04/2008 a 26/04/2008
- 13/04/2008 a 19/04/2008
- 06/04/2008 a 12/04/2008
- 30/03/2008 a 05/04/2008
- 23/03/2008 a 29/03/2008
- 16/03/2008 a 22/03/2008
- 09/03/2008 a 15/03/2008
- 02/03/2008 a 08/03/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 17/02/2008 a 23/02/2008
- 10/02/2008 a 16/02/2008
- 03/02/2008 a 09/02/2008
- 27/01/2008 a 02/02/2008
- 20/01/2008 a 26/01/2008
- 13/01/2008 a 19/01/2008
- 06/01/2008 a 12/01/2008
- 30/12/2007 a 05/01/2008
- 23/12/2007 a 29/12/2007
- 16/12/2007 a 22/12/2007
- 09/12/2007 a 15/12/2007
- 02/12/2007 a 08/12/2007
- 25/11/2007 a 01/12/2007
- 18/11/2007 a 24/11/2007
- 11/11/2007 a 17/11/2007
- 04/11/2007 a 10/11/2007
- 28/10/2007 a 03/11/2007
- 21/10/2007 a 27/10/2007
- 16/09/2007 a 22/09/2007
- 02/09/2007 a 08/09/2007
- 26/08/2007 a 01/09/2007
- 19/08/2007 a 25/08/2007
- 12/08/2007 a 18/08/2007
- 05/08/2007 a 11/08/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 22/07/2007 a 28/07/2007
- 15/07/2007 a 21/07/2007
- 08/07/2007 a 14/07/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 24/06/2007 a 30/06/2007
- 17/06/2007 a 23/06/2007
- 10/06/2007 a 16/06/2007
- 03/06/2007 a 09/06/2007
- 27/05/2007 a 02/06/2007
- 20/05/2007 a 26/05/2007
- 13/05/2007 a 19/05/2007
- 06/05/2007 a 12/05/2007
- 29/04/2007 a 05/05/2007
- 22/04/2007 a 28/04/2007
- 15/04/2007 a 21/04/2007
- 08/04/2007 a 14/04/2007
- 01/04/2007 a 07/04/2007
- 25/03/2007 a 31/03/2007
- 18/03/2007 a 24/03/2007
- 11/03/2007 a 17/03/2007
- 04/03/2007 a 10/03/2007
- 25/02/2007 a 03/03/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 21/01/2007 a 27/01/2007
- 14/01/2007 a 20/01/2007
- 07/01/2007 a 13/01/2007
- 24/12/2006 a 30/12/2006
- 10/12/2006 a 16/12/2006
- 26/11/2006 a 02/12/2006
- 19/11/2006 a 25/11/2006
- 05/11/2006 a 11/11/2006
- 29/10/2006 a 04/11/2006
- 22/10/2006 a 28/10/2006
- 15/10/2006 a 21/10/2006
- 08/10/2006 a 14/10/2006
- 01/10/2006 a 07/10/2006
- 24/09/2006 a 30/09/2006
- 10/09/2006 a 16/09/2006
- 03/09/2006 a 09/09/2006
- 27/08/2006 a 02/09/2006
- 20/08/2006 a 26/08/2006
- 13/08/2006 a 19/08/2006
- 06/08/2006 a 12/08/2006
- 30/07/2006 a 05/08/2006
- 23/07/2006 a 29/07/2006
- 16/07/2006 a 22/07/2006
- 09/07/2006 a 15/07/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 25/06/2006 a 01/07/2006
- 18/06/2006 a 24/06/2006
- 11/06/2006 a 17/06/2006
- 04/06/2006 a 10/06/2006
- 28/05/2006 a 03/06/2006
- 21/05/2006 a 27/05/2006
- 14/05/2006 a 20/05/2006
- 07/05/2006 a 13/05/2006
- 30/04/2006 a 06/05/2006
- 23/04/2006 a 29/04/2006
- 16/04/2006 a 22/04/2006
- 09/04/2006 a 15/04/2006
- 02/04/2006 a 08/04/2006
- 26/03/2006 a 01/04/2006
- 19/03/2006 a 25/03/2006
- 12/03/2006 a 18/03/2006
- 05/03/2006 a 11/03/2006
- 26/02/2006 a 04/03/2006
- 19/02/2006 a 25/02/2006
- 12/02/2006 a 18/02/2006
- 05/02/2006 a 11/02/2006
- 29/01/2006 a 04/02/2006
- 22/01/2006 a 28/01/2006

------------------------------


Technorati


Ecologicamente correta

A Copa do Mundo à brasileira está aí. Cinco anos é o prazo para organizar tudo direitinho para 2014.

Cinco, sim, ao invés de sete, como consta no calendário. Apesar de o presidente Lula, a CBF e todas as autoridades políticas que estiveram na Suíça nesta semana acreditarem que a Copa será organizada em sete anos, na prática, esse tempo é menor.

As obras nos estádios só devem começar no final do ano que vem, depois que a Fifa anunciar as cidades-sede. Já as obras de infra-estrutura, e as medidas efetivas do Programa de Aceleração do Crescimento, só devem se tornar realidade no início de 2009.

Então, nesse intervalo, já se tem um ano perdido. Seriam, assim, seis anos para arrumar a casa para 2014, não fosse a Copa das Confederações, em 2013. A competição, disputada no país-sede da Copa do Mundo subseqüente, como de praxe, demanda pelo menos seis estádios.

Com isso, mesmo que todas as obras para a Copa 2014 não tenham chegado ao fim, boa parte da estrutura já tem de estar montada um ano antes.

Cinco anos, portanto, é o tempo que o país dispõe para se adequar às exigências da Fifa até a Copa, que, apenas na teoria, começa em sete anos.

Pelo menos, até agora, independente do tempo que urge, já se tem a certeza de que esta será a Copa ecológica. O meio ambiente foi um dos principais trunfos que a CBF e as autoridades brasileiras usaram para trazer o maior evento esportivo do planeta pra aqui.

Querem mostrar a consciência auto-sustentável da nação, a preocupação das autoridades com a natureza, o Biodiesel, o Pantanal e a Amazônia. Essa é a imagem do país que fizeram questão de ressaltar.

Que a Copa sirva, então, para diminuir as queimadas, o desmatamento, a emissão de gases poluentes etc. Se muitas das exigências da Fifa se assemelham a um verdadeiro Protocolo de Kyoto, que surta efeito prático, em pouco tempo.

Porque se em cinco anos as arenas e os estádios brasileiros não estiverem a ponto de bala, políticos, cartolas e organizadores terão ao menos ar puro para respirar fundo e assoprar, sem qualquer peso na consciência.
 



- Postado por: Breiller Pires às 20h50
[ ] [ envie esta mensagem ]

Compartilhe: AddThis Feed Button
___________________________________________________




A Copa do Mundo é nossa, e agora?

Sem mais expectativas. O grande gol foi marcado:

A Fifa anunciou, nesta terça-feira, que o Brasil será sede da Copa do Mundo de 2014.

Um gol a ser comemorado por todas as torcidas, por todos os guetos, por todos nós, povo brasileiro. Sediar uma Copa não é apenas um luxo para os amantes do futebol no país. É a possibilidade do desenvolvimento que bate à nossa porta.

Em nossa história, nenhuma outra conjuntura política foi tão favorável quanto a realização de uma Copa para alavancar o crescimento econômico. Nem as políticas desenvolvimentistas de Kubitschek, nem Pró-álcool ou Plano Real.

À parte da economia, temos ainda, com a realização da Copa aqui, em nosso país, a possibilidade de mostrar ao mundo o que temos de melhor. É a chance de moldar a imagem que o Brasil sustenta por décadas além dos seus limites territoriais, como a terra do carnaval, do futebol, da caipirinha e da violência.

Somos um pouco disso mesmo. Mas não somos só isso. E nossa expressividade, alegre e bem-humorada? E nosso patrimônio cultural, da comida mineira ao churrasco gaúcho, do olodum da Bahia ao funk carioca? E nossa diversidade, nossa mescla de cores e crenças, o cinema brasileiro(...)?

Quem é que vê tudo isso, além de nós, tupiniquins? Talvez uma autoridade internacional em visita de autopromoção ou algum mochileiro com “espírito Che Guevara”. A bem da verdade, compartilhamos, sozinhos, dessa nação sem identidade, mas bonita assim, por natureza.

Mostrar esse Brasil que poucos conhecem é uma das grandes missões da nossa Copa. Somente pelo apelo futebolístico, os esforços para realizá-la não valeriam a pena.

Queremos ver, além de estádios, bola na rede e taça na mão, o turismo no Brasil crescendo ainda mais; a economia sólida, receptiva a novos investimentos; melhorias sociais e de infra-estrutura; queremos ter de novo um futebol nacional forte o suficiente para competir com o mercado europeu, que nos priva da companhia de nossos craques.

Como país do futebol, merecemos. A Copa 2014 não é um golaço das autoridades responsáveis pela sua organização, mas, sim, do povo brasileiro, nosso gol de placa. E nada mais justo com nós mesmos do que abraçar essa causa.

Reclamar do poder público e martelar em nosso atraso histórico - ratificando, assim, nossa incapacidade de organizar sequer um campeonatinho de bocha - é persistir num pessimismo bobo, que, teoricamente, acaba caindo no mesmo lugar, à espera de uma solução para nossas desigualdades sociais pelas mãos de quem tem o poder.

Agora é hora de pensar sete anos à frente, lá em 2014. Diferentemente de outros tempos, como na década de 50 ou de 70, a pátria de chuteiras pode ser motivo de comemoração fora das arquibancadas.

Se, fora do campo, o comitê organizador da Copa se apropriar de um pouquinho que seja da habilidade dos nossos Ronaldinhos e da boa vontade de nossos Dungas, o evento tem de tudo para se tornar um marco histórico no país.

E de história, principalmente no futebol, podemos falar com certa autoridade. Afinal, as cinco estrelas estampadas em nossa camisa canarinho nos dão todo respaldo.



- Postado por: Breiller Pires às 22h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

Compartilhe: AddThis Feed Button
___________________________________________________