Rola Blog - Bem-humorado em suas quatro linhas. Ou melhor, entrelinhas.

Translate Traduca Traduzca Traduisez


------------------------------
:: Conheça o PERFIL do Rola Blog e do autor
------------------------------


E-mail


E-mail
Adicione o RB aos favoritos
------------------------------


RSS


Da Arquibancada:
- Sua nota para o Rola Blog
- Indique esse Blog


Enquete
Para o Brasil receber megaeventos esportivos, o mais importante é...

Investir em mobilidade urbana e infra-estrutura

Construir arenas e estádios modernos

Planejar o legado

Estruturar o esporte de base aliado à educação

Votar


Galeria.RB
- Álbum de figurinhas
- Ingressos históricos
- Joga Blog (Games)
- Wallpapers NBA
- Mapa do site
- Escrete Virtual
- Matérias Revista Placar


TV


PODCAST


Coberturas Especiais:
- ROLA BLOG NO PAN
- COPA DO MUNDO 2006
- OLIMPÍADAS 2008
- ELES QUEREM ESTÁDIO

BLOGS


ESPORTE


Siga o Rola Blog:
------------------------------

Twitter

Orkut


Facebook


Flickr


Youtube

------------------------------

Arquivo Esportivo:
- 26/09/2010 a 02/10/2010
- 18/07/2010 a 24/07/2010
- 11/07/2010 a 17/07/2010
- 04/07/2010 a 10/07/2010
- 27/06/2010 a 03/07/2010
- 20/06/2010 a 26/06/2010
- 13/06/2010 a 19/06/2010
- 30/05/2010 a 05/06/2010
- 16/05/2010 a 22/05/2010
- 09/05/2010 a 15/05/2010
- 02/05/2010 a 08/05/2010
- 11/04/2010 a 17/04/2010
- 21/03/2010 a 27/03/2010
- 07/03/2010 a 13/03/2010
- 14/02/2010 a 20/02/2010
- 24/01/2010 a 30/01/2010
- 10/01/2010 a 16/01/2010
- 20/12/2009 a 26/12/2009
- 13/12/2009 a 19/12/2009
- 29/11/2009 a 05/12/2009
- 22/11/2009 a 28/11/2009
- 15/11/2009 a 21/11/2009
- 08/11/2009 a 14/11/2009
- 01/11/2009 a 07/11/2009
- 25/10/2009 a 31/10/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 20/09/2009 a 26/09/2009
- 16/08/2009 a 22/08/2009
- 09/08/2009 a 15/08/2009
- 02/08/2009 a 08/08/2009
- 26/07/2009 a 01/08/2009
- 19/07/2009 a 25/07/2009
- 12/07/2009 a 18/07/2009
- 05/07/2009 a 11/07/2009
- 28/06/2009 a 04/07/2009
- 21/06/2009 a 27/06/2009
- 07/06/2009 a 13/06/2009
- 17/05/2009 a 23/05/2009
- 03/05/2009 a 09/05/2009
- 19/04/2009 a 25/04/2009
- 05/04/2009 a 11/04/2009
- 22/03/2009 a 28/03/2009
- 15/03/2009 a 21/03/2009
- 08/03/2009 a 14/03/2009
- 01/03/2009 a 07/03/2009
- 22/02/2009 a 28/02/2009
- 15/02/2009 a 21/02/2009
- 08/02/2009 a 14/02/2009
- 25/01/2009 a 31/01/2009
- 18/01/2009 a 24/01/2009
- 11/01/2009 a 17/01/2009
- 04/01/2009 a 10/01/2009
- 21/12/2008 a 27/12/2008
- 14/12/2008 a 20/12/2008
- 07/12/2008 a 13/12/2008
- 30/11/2008 a 06/12/2008
- 23/11/2008 a 29/11/2008
- 16/11/2008 a 22/11/2008
- 02/11/2008 a 08/11/2008
- 26/10/2008 a 01/11/2008
- 19/10/2008 a 25/10/2008
- 05/10/2008 a 11/10/2008
- 21/09/2008 a 27/09/2008
- 14/09/2008 a 20/09/2008
- 07/09/2008 a 13/09/2008
- 31/08/2008 a 06/09/2008
- 24/08/2008 a 30/08/2008
- 17/08/2008 a 23/08/2008
- 10/08/2008 a 16/08/2008
- 03/08/2008 a 09/08/2008
- 20/07/2008 a 26/07/2008
- 13/07/2008 a 19/07/2008
- 06/07/2008 a 12/07/2008
- 29/06/2008 a 05/07/2008
- 22/06/2008 a 28/06/2008
- 15/06/2008 a 21/06/2008
- 08/06/2008 a 14/06/2008
- 01/06/2008 a 07/06/2008
- 25/05/2008 a 31/05/2008
- 18/05/2008 a 24/05/2008
- 11/05/2008 a 17/05/2008
- 04/05/2008 a 10/05/2008
- 27/04/2008 a 03/05/2008
- 20/04/2008 a 26/04/2008
- 13/04/2008 a 19/04/2008
- 06/04/2008 a 12/04/2008
- 30/03/2008 a 05/04/2008
- 23/03/2008 a 29/03/2008
- 16/03/2008 a 22/03/2008
- 09/03/2008 a 15/03/2008
- 02/03/2008 a 08/03/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 17/02/2008 a 23/02/2008
- 10/02/2008 a 16/02/2008
- 03/02/2008 a 09/02/2008
- 27/01/2008 a 02/02/2008
- 20/01/2008 a 26/01/2008
- 13/01/2008 a 19/01/2008
- 06/01/2008 a 12/01/2008
- 30/12/2007 a 05/01/2008
- 23/12/2007 a 29/12/2007
- 16/12/2007 a 22/12/2007
- 09/12/2007 a 15/12/2007
- 02/12/2007 a 08/12/2007
- 25/11/2007 a 01/12/2007
- 18/11/2007 a 24/11/2007
- 11/11/2007 a 17/11/2007
- 04/11/2007 a 10/11/2007
- 28/10/2007 a 03/11/2007
- 21/10/2007 a 27/10/2007
- 16/09/2007 a 22/09/2007
- 02/09/2007 a 08/09/2007
- 26/08/2007 a 01/09/2007
- 19/08/2007 a 25/08/2007
- 12/08/2007 a 18/08/2007
- 05/08/2007 a 11/08/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 22/07/2007 a 28/07/2007
- 15/07/2007 a 21/07/2007
- 08/07/2007 a 14/07/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 24/06/2007 a 30/06/2007
- 17/06/2007 a 23/06/2007
- 10/06/2007 a 16/06/2007
- 03/06/2007 a 09/06/2007
- 27/05/2007 a 02/06/2007
- 20/05/2007 a 26/05/2007
- 13/05/2007 a 19/05/2007
- 06/05/2007 a 12/05/2007
- 29/04/2007 a 05/05/2007
- 22/04/2007 a 28/04/2007
- 15/04/2007 a 21/04/2007
- 08/04/2007 a 14/04/2007
- 01/04/2007 a 07/04/2007
- 25/03/2007 a 31/03/2007
- 18/03/2007 a 24/03/2007
- 11/03/2007 a 17/03/2007
- 04/03/2007 a 10/03/2007
- 25/02/2007 a 03/03/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 21/01/2007 a 27/01/2007
- 14/01/2007 a 20/01/2007
- 07/01/2007 a 13/01/2007
- 24/12/2006 a 30/12/2006
- 10/12/2006 a 16/12/2006
- 26/11/2006 a 02/12/2006
- 19/11/2006 a 25/11/2006
- 05/11/2006 a 11/11/2006
- 29/10/2006 a 04/11/2006
- 22/10/2006 a 28/10/2006
- 15/10/2006 a 21/10/2006
- 08/10/2006 a 14/10/2006
- 01/10/2006 a 07/10/2006
- 24/09/2006 a 30/09/2006
- 10/09/2006 a 16/09/2006
- 03/09/2006 a 09/09/2006
- 27/08/2006 a 02/09/2006
- 20/08/2006 a 26/08/2006
- 13/08/2006 a 19/08/2006
- 06/08/2006 a 12/08/2006
- 30/07/2006 a 05/08/2006
- 23/07/2006 a 29/07/2006
- 16/07/2006 a 22/07/2006
- 09/07/2006 a 15/07/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 25/06/2006 a 01/07/2006
- 18/06/2006 a 24/06/2006
- 11/06/2006 a 17/06/2006
- 04/06/2006 a 10/06/2006
- 28/05/2006 a 03/06/2006
- 21/05/2006 a 27/05/2006
- 14/05/2006 a 20/05/2006
- 07/05/2006 a 13/05/2006
- 30/04/2006 a 06/05/2006
- 23/04/2006 a 29/04/2006
- 16/04/2006 a 22/04/2006
- 09/04/2006 a 15/04/2006
- 02/04/2006 a 08/04/2006
- 26/03/2006 a 01/04/2006
- 19/03/2006 a 25/03/2006
- 12/03/2006 a 18/03/2006
- 05/03/2006 a 11/03/2006
- 26/02/2006 a 04/03/2006
- 19/02/2006 a 25/02/2006
- 12/02/2006 a 18/02/2006
- 05/02/2006 a 11/02/2006
- 29/01/2006 a 04/02/2006
- 22/01/2006 a 28/01/2006

------------------------------


Technorati


Jogador profissional

Dodô vai vestir a camisa do Flu em 2008.

Se a Fifa não estabelecer punição pelo doping ao atacante, ou se alguma proposta milionária do exterior não pintar até o final do ano, a torcida tricolor já pode preparar a festa para receber seu novo camisa 7.

Desgastado com dirigentes botafoguenses, Dodô admitiu que vai deixar General Severiano ao fim de seu contrato, em dezembro. O Fluminense, que anda atrás de um goleador para a Libertadores, procurou o atacante e praticamente já acertou toda negociação para levá-lo às Laranjeiras.

Dodô, de ídolo maior dos botafoguenses nos últimos anos, passa a ser visto como mercenário. Fácil, fácil.

Ir para o rival, Dodô? Que pecado. A torcida não perdoa. Vão te chamar de mercenário e tudo mais. Vão apagar da memória os seus gols, sempre bonitos. Vão se esquecer dos jogos em que você carregou o time praticamente sozinho.

É, Dodô, mas você não é o primeiro. Lembra do Alex Dias, que trocou o Vasco pelo São Paulo, e depois foi para o Fluminense? Mercenário, entre os vascaínos.

Petkovic: esse também é mercenário, mas para a torcida do Flamengo. Trocou a Gávea pelo CT do maior rival, o Vasco. Imperdoável, diria a massa rubro-negra.

Às vezes, o que falta nesse futebol moderno, cada vez mais profissional, é um jogador que chega como o Souza, revelado na Colina, e que, ao chegar ao rival Flamengo, revelou-se rubro-negro de coração e alfinetou sem dó: “Eu quero é meter gol no Vasco!”

Vascaínos o terão como mercenário para sempre. Porém, isso seria uma coisa mais bem resolvida, uma rixa formalizada.

Torcedor não tem sempre razão? Então, pra que dirigentes, jogadores, técnicos e jornalistas continuam cobrando mais profissionalismo no futebol brasileiro?

Jogador que troca o clube pelo rival é mercenário, não é? Dodô, agora, é mercenário. E como a profissionalização já chegou aqui faz tempo, ele ainda deveria cobrar da torcida os gols que fez com a camisa do Botafogo.



- Postado por: Breiller Pires às 12h38
[ ] [ envie esta mensagem ]

Compartilhe: AddThis Feed Button
___________________________________________________




Futebol corporativo

O termo “clube-empresa” já é bem conhecido no repertório de jargões do meio futebolístico.

Há duas décadas, mais ou menos, o futebol também se rendeu às tentações do mundo capitalista, o que obrigou aos clubes a reformularem suas políticas administrativas. O mercado financeiro invadiu de vez o futebol.

Times que antigamente só faziam o feijão-com-arroz para botarem uma equipe em campo passaram a fechar contratos milionários com patrocinadores, a vender jogadores por cifras astronômicas e a pintar a fachada da agremiação com a cara de uma verdadeira empresa.

E o futebol virou negócio. Dos bons. Até porque arte e interesse comercial podem, sim, formar uma grande parceria. Mas isso é caso para outro tipo de discussão.

O fato é que, de uns tempos pra cá, a relação entre mercado e futebol tem tomado o caminho inverso. O mercado, das micro-empresas às grandes corporações, que invadira o futebol nos anos 80, se vê agora dominado por ele.

Pelo menos aqui, no Brasil, o futebol está cada vez mais presente nas organizações públicas e privadas. Tornou-se um valioso instrumento na gestão empresarial, seja por meio de ações sociais voltadas para o esporte ou pela realização de um torneio interno entre os funcionários.

Nesse aspecto, não é de se espantar a quantidade de campeonatos que vêm surgindo no universo corporativo. São muitos; do society ao campo, de dentro, na base do “setor contra setor”, para fora, no modo “empresa versus empresa”, da organização.

A verdade é que essas competições mobilizam funcionários, melhoram – apesar das rivalidades que sempre surgem - o relacionamento interno na organização e contribuem para o bem-estar daqueles que trabalham a semana inteira, esperando, ansiosos, pelo joguinho do final de semana.

Em alguns casos, o futebol é levado ainda mais a sério no trabalho. Dos pequenos torneios, alguns funcionários são selecionados para vestir o uniforme da empresa, não para trabalhar, mas sim para representá-la em torneios organizados pelas associações comerciais e industriais.

Teve até caso de empresa que virou clube de futebol profissional, como o J. Malucelli Futebol S/A, do Paraná – em 1994  -, que atualmente já disputa a primeira divisão do Paranaense.

A onda do futebol corporativo deve seguir em alta. Daqui a pouco as empresas, além de exigirem curso superior, língua estrangeira, experiência mínima e curso de informática, só vão dar emprego a quem tiver alguma habilidade com a bola nos pés.

No país do futebol, mão-de-obra qualificada não vai ser problema.



- Postado por: Breiller Pires às 19h29
[ ] [ envie esta mensagem ]

Compartilhe: AddThis Feed Button
___________________________________________________