Rola Blog - Bem-humorado em suas quatro linhas. Ou melhor, entrelinhas.

Translate Traduca Traduzca Traduisez


------------------------------
:: Conheça o PERFIL do Rola Blog e do autor
------------------------------


E-mail


E-mail
Adicione o RB aos favoritos
------------------------------


RSS


Da Arquibancada:
- Sua nota para o Rola Blog
- Indique esse Blog


Enquete
Para o Brasil receber megaeventos esportivos, o mais importante é...

Investir em mobilidade urbana e infra-estrutura

Construir arenas e estádios modernos

Planejar o legado

Estruturar o esporte de base aliado à educação

Votar


Galeria.RB
- Álbum de figurinhas
- Ingressos históricos
- Joga Blog (Games)
- Wallpapers NBA
- Mapa do site
- Escrete Virtual
- Matérias Revista Placar


TV


PODCAST


Coberturas Especiais:
- ROLA BLOG NO PAN
- COPA DO MUNDO 2006
- OLIMPÍADAS 2008
- ELES QUEREM ESTÁDIO

BLOGS


ESPORTE


Siga o Rola Blog:
------------------------------

Twitter

Orkut


Facebook


Flickr


Youtube

------------------------------

Arquivo Esportivo:
- 26/09/2010 a 02/10/2010
- 18/07/2010 a 24/07/2010
- 11/07/2010 a 17/07/2010
- 04/07/2010 a 10/07/2010
- 27/06/2010 a 03/07/2010
- 20/06/2010 a 26/06/2010
- 13/06/2010 a 19/06/2010
- 30/05/2010 a 05/06/2010
- 16/05/2010 a 22/05/2010
- 09/05/2010 a 15/05/2010
- 02/05/2010 a 08/05/2010
- 11/04/2010 a 17/04/2010
- 21/03/2010 a 27/03/2010
- 07/03/2010 a 13/03/2010
- 14/02/2010 a 20/02/2010
- 24/01/2010 a 30/01/2010
- 10/01/2010 a 16/01/2010
- 20/12/2009 a 26/12/2009
- 13/12/2009 a 19/12/2009
- 29/11/2009 a 05/12/2009
- 22/11/2009 a 28/11/2009
- 15/11/2009 a 21/11/2009
- 08/11/2009 a 14/11/2009
- 01/11/2009 a 07/11/2009
- 25/10/2009 a 31/10/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 20/09/2009 a 26/09/2009
- 16/08/2009 a 22/08/2009
- 09/08/2009 a 15/08/2009
- 02/08/2009 a 08/08/2009
- 26/07/2009 a 01/08/2009
- 19/07/2009 a 25/07/2009
- 12/07/2009 a 18/07/2009
- 05/07/2009 a 11/07/2009
- 28/06/2009 a 04/07/2009
- 21/06/2009 a 27/06/2009
- 07/06/2009 a 13/06/2009
- 17/05/2009 a 23/05/2009
- 03/05/2009 a 09/05/2009
- 19/04/2009 a 25/04/2009
- 05/04/2009 a 11/04/2009
- 22/03/2009 a 28/03/2009
- 15/03/2009 a 21/03/2009
- 08/03/2009 a 14/03/2009
- 01/03/2009 a 07/03/2009
- 22/02/2009 a 28/02/2009
- 15/02/2009 a 21/02/2009
- 08/02/2009 a 14/02/2009
- 25/01/2009 a 31/01/2009
- 18/01/2009 a 24/01/2009
- 11/01/2009 a 17/01/2009
- 04/01/2009 a 10/01/2009
- 21/12/2008 a 27/12/2008
- 14/12/2008 a 20/12/2008
- 07/12/2008 a 13/12/2008
- 30/11/2008 a 06/12/2008
- 23/11/2008 a 29/11/2008
- 16/11/2008 a 22/11/2008
- 02/11/2008 a 08/11/2008
- 26/10/2008 a 01/11/2008
- 19/10/2008 a 25/10/2008
- 05/10/2008 a 11/10/2008
- 21/09/2008 a 27/09/2008
- 14/09/2008 a 20/09/2008
- 07/09/2008 a 13/09/2008
- 31/08/2008 a 06/09/2008
- 24/08/2008 a 30/08/2008
- 17/08/2008 a 23/08/2008
- 10/08/2008 a 16/08/2008
- 03/08/2008 a 09/08/2008
- 20/07/2008 a 26/07/2008
- 13/07/2008 a 19/07/2008
- 06/07/2008 a 12/07/2008
- 29/06/2008 a 05/07/2008
- 22/06/2008 a 28/06/2008
- 15/06/2008 a 21/06/2008
- 08/06/2008 a 14/06/2008
- 01/06/2008 a 07/06/2008
- 25/05/2008 a 31/05/2008
- 18/05/2008 a 24/05/2008
- 11/05/2008 a 17/05/2008
- 04/05/2008 a 10/05/2008
- 27/04/2008 a 03/05/2008
- 20/04/2008 a 26/04/2008
- 13/04/2008 a 19/04/2008
- 06/04/2008 a 12/04/2008
- 30/03/2008 a 05/04/2008
- 23/03/2008 a 29/03/2008
- 16/03/2008 a 22/03/2008
- 09/03/2008 a 15/03/2008
- 02/03/2008 a 08/03/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 17/02/2008 a 23/02/2008
- 10/02/2008 a 16/02/2008
- 03/02/2008 a 09/02/2008
- 27/01/2008 a 02/02/2008
- 20/01/2008 a 26/01/2008
- 13/01/2008 a 19/01/2008
- 06/01/2008 a 12/01/2008
- 30/12/2007 a 05/01/2008
- 23/12/2007 a 29/12/2007
- 16/12/2007 a 22/12/2007
- 09/12/2007 a 15/12/2007
- 02/12/2007 a 08/12/2007
- 25/11/2007 a 01/12/2007
- 18/11/2007 a 24/11/2007
- 11/11/2007 a 17/11/2007
- 04/11/2007 a 10/11/2007
- 28/10/2007 a 03/11/2007
- 21/10/2007 a 27/10/2007
- 16/09/2007 a 22/09/2007
- 02/09/2007 a 08/09/2007
- 26/08/2007 a 01/09/2007
- 19/08/2007 a 25/08/2007
- 12/08/2007 a 18/08/2007
- 05/08/2007 a 11/08/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 22/07/2007 a 28/07/2007
- 15/07/2007 a 21/07/2007
- 08/07/2007 a 14/07/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 24/06/2007 a 30/06/2007
- 17/06/2007 a 23/06/2007
- 10/06/2007 a 16/06/2007
- 03/06/2007 a 09/06/2007
- 27/05/2007 a 02/06/2007
- 20/05/2007 a 26/05/2007
- 13/05/2007 a 19/05/2007
- 06/05/2007 a 12/05/2007
- 29/04/2007 a 05/05/2007
- 22/04/2007 a 28/04/2007
- 15/04/2007 a 21/04/2007
- 08/04/2007 a 14/04/2007
- 01/04/2007 a 07/04/2007
- 25/03/2007 a 31/03/2007
- 18/03/2007 a 24/03/2007
- 11/03/2007 a 17/03/2007
- 04/03/2007 a 10/03/2007
- 25/02/2007 a 03/03/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 21/01/2007 a 27/01/2007
- 14/01/2007 a 20/01/2007
- 07/01/2007 a 13/01/2007
- 24/12/2006 a 30/12/2006
- 10/12/2006 a 16/12/2006
- 26/11/2006 a 02/12/2006
- 19/11/2006 a 25/11/2006
- 05/11/2006 a 11/11/2006
- 29/10/2006 a 04/11/2006
- 22/10/2006 a 28/10/2006
- 15/10/2006 a 21/10/2006
- 08/10/2006 a 14/10/2006
- 01/10/2006 a 07/10/2006
- 24/09/2006 a 30/09/2006
- 10/09/2006 a 16/09/2006
- 03/09/2006 a 09/09/2006
- 27/08/2006 a 02/09/2006
- 20/08/2006 a 26/08/2006
- 13/08/2006 a 19/08/2006
- 06/08/2006 a 12/08/2006
- 30/07/2006 a 05/08/2006
- 23/07/2006 a 29/07/2006
- 16/07/2006 a 22/07/2006
- 09/07/2006 a 15/07/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 25/06/2006 a 01/07/2006
- 18/06/2006 a 24/06/2006
- 11/06/2006 a 17/06/2006
- 04/06/2006 a 10/06/2006
- 28/05/2006 a 03/06/2006
- 21/05/2006 a 27/05/2006
- 14/05/2006 a 20/05/2006
- 07/05/2006 a 13/05/2006
- 30/04/2006 a 06/05/2006
- 23/04/2006 a 29/04/2006
- 16/04/2006 a 22/04/2006
- 09/04/2006 a 15/04/2006
- 02/04/2006 a 08/04/2006
- 26/03/2006 a 01/04/2006
- 19/03/2006 a 25/03/2006
- 12/03/2006 a 18/03/2006
- 05/03/2006 a 11/03/2006
- 26/02/2006 a 04/03/2006
- 19/02/2006 a 25/02/2006
- 12/02/2006 a 18/02/2006
- 05/02/2006 a 11/02/2006
- 29/01/2006 a 04/02/2006
- 22/01/2006 a 28/01/2006

------------------------------


Technorati


RB NO PAN-2007: Parte 1Parte 2 | Parte 3 | Parte 4 | Parte 5

O Pan em quantidade

A cobertura jornalística do Pan Rio-2007 é intensa. Em todas as instalações esportivas, as áreas destinadas à imprensa estão sempre cheias.

Para atender a uma demanda de aproximadamente 4 mil jornalistas que estão cobrindo o evento, o Comitê Organizador disponibilizou um centro de informações – com resultados e programação das competições, comunicados oficiais etc -, que pode ser utilizado por qualquer jornalista credenciado.

Além de informações preliminares, o banco de dados para a imprensa conta, ainda, com dados de todas as outras edições do Pan e biografias atualizadas dos atletas inscritos.

No entanto, os jornalistas parecem não utilizar bem o serviço de utilidade disponível. O que se vê, na maioria dos casos, são profissionais de veículos brasileiros que detém pouca informação do esporte que estão cobrindo, principalmente daqueles não muito populares no país.

Na zona mista, área em que os atletas param para dar entrevistas logo após as competições, e nas coletivas de imprensa, imperam a falta de informação específica e as perguntas sem muita profundidade.

A abordagem dos jornalistas brasileiros aos atletas e treinadores é basicamente a mesma. Perguntam como foi o jogo, se eles esperavam o resultado e, em caso de medalha, a quem dedicam a vitória.

Perguntas que qualquer alienado às competições seria capaz de fazer. A cobertura do Pan feita pela imprensa brasileira aposta em quantidade de informação. Qualidade e diferencial são características de pouquíssimos veículos, a maioria especializados em esporte, como o diário Lance! e o canal Sportv.

Os canais de TV, então, repetem a todo momento as mesmas coisas. A participação de ex-atletas durante as transmissões, salvaguarda dos canais abertos que vêm cobrindo o Pan, tornam a programação ainda mais repetitiva.

Os comentários são os mesmos, independente do canal. E, muitas vezes, nem mesmo traduzem ao público a complexidade e a especificidade de determinadas modalidades.

Bem fazem outros jornalistas sul-americanos e caribenhos, como os de Cuba. Vestem a camisa do país sem dó. Não têm vergonha de dizer que vieram a serviço do esporte de seu país. Desfilam nas salas de imprensa com casacos e uniformes da delegação.

E se alguém os questiona sobre imparcialidade e ética jornalística, eles respondem com aprofundamento e diferencial em suas coberturas. Torcem, vibram, vestem a camisa... Mas não deixam de apurar e buscar novos ângulos para suas matérias.

Questões éticas à parte, mesmice e superficialidade não tem lugar na abordagem destes jornalistas. Uniformizados, porém, muito bem informados.



- Postado por: Breiller Pires às 11h26
[ ] [ envie esta mensagem ]

Compartilhe: AddThis Feed Button
___________________________________________________




Orgulho do Brasil

O futebol feminino brasileiro teve sua redenção com a vitória por 5 a 0 sobre os EUA, que lhe valeu a medalha de ouro no Pan-Americano.

As meninas da Seleção deram a resposta àqueles que pensam que futebol é coisa pra homem. Meninas guerreiras, que contam com poucos investimentos para jogar e, ainda assim, fazem mágica com a bola nos pés.

O Maracanã, lotado, como há muito não se via, testemunhou a glória de verdadeiras heroínas.

Não tão guerreiras por terem levado um campeonato sem tomar um gol sequer, mas, sim, por fazerem da modalidade que praticam, quase que amadoramente, um novo orgulho nacional.



- Postado por: Breiller Pires às 08h15
[ ] [ envie esta mensagem ]

Compartilhe: AddThis Feed Button
___________________________________________________




Debandada

Atleta cubano desertando não é novidade em Pan-Americanos. Boatos de bastidores confirmam que, para cada 50 passagens aéreas de ida compradas pela delegação de Cuba rumo ao Jogos, são compradas apenas 10 de volta.

E as piadas com cubanos desertores não param por aí. No futsal, disseram que o time de Cuba havia terminado a partida contra a Guatemala com apenas dois jogadores.

Não que estes tenham sido os únicos a não receber cartão vermelho na partida, e sim pelo fato de seus companheiros de time terem desertado no decorrer do jogo.

Além dos cubanos desertores, milhares de voluntários do Pan-Americano têm deixado o evento mais cedo. Enquanto alguns se queixam do autoritarismo de seus coordenadores, outros reclamam da comida oferecida pelo Comitê Organizador dos Jogos.

Reclamam, também, do transporte, dos horários, das funções e por aí vai. Quatro dias antes do fim das competições, quase 2500 voluntários já abandonaram seus postos de trabalho.

Entretanto, na hora de pedir autógrafos, uniformes, brindes e fotos aos atletas, os voluntários se esquecem de todos os problemas. Não recordam, inclusive, da ética e do bom senso.

Com reclamações e inconveniências atreladas à sua imagem, o voluntário do Pan também não escapa das piadas. Segundo muitos jornalistas, a “classe do voluntariado” roubou da jornalística, com louvores, o título de mais chata dos Jogos Pan-Americanos.



- Postado por: Breiller Pires às 23h48
[ ] [ envie esta mensagem ]

Compartilhe: AddThis Feed Button
___________________________________________________




Mãos de Janeth

Com as mãos que a consagraram, ela se despede do basquete.

Mãos sempre precisas, que faziam de cestas improváveis mais do que possíveis, hoje acenam o adeus.

Mãos que mexiam com o torcedor, fortes o bastante para mover uma arquibancada inteira. Mãos mágicas, que endereçavam a bola antes mesmo do início de sua trajetória até a cesta.

Janeth, aos 38 anos, encerra a carreira no Pan-americano. As mãos acostumadas a brilhar sentiram falta do brilho dourado de uma medalha na despedida.

Entretanto, elas deram lugar a outras mãos. Milhares. Que aplaudiram, merecidamente, uma das maiores jogadoras do basquete brasileiro.



- Postado por: Breiller Pires às 22h51
[ ] [ envie esta mensagem ]

Compartilhe: AddThis Feed Button
___________________________________________________




Mais bola rolando

Se a seleção sub-17 decepcionou com a desclassificação precoce, o futsal brasileiro vem com tudo para buscar o ouro neste Pan.

Na enquete do Rola Blog, o futsal foi a modalidade eleita com mais chances de levar uma medalha dourada para o Brasil, com 42,2% dos votos.

Falcão, Schumacher, Lenísio e companhia estréiam hoje contra a Guatemala. A expectativa é de goleada, para desenhar a traços firmes o caminho de mais um ouro brasileiro.



- Postado por: Breiller Pires às 09h16
[ ] [ envie esta mensagem ]

Compartilhe: AddThis Feed Button
___________________________________________________




Que torcida é essa?

A torcida brasileira vem chamando a atenção neste Pan-Americano. Nem tanto pelas beldades que fazem das arquibancadas um verdadeiro calçadão, e sim pela animação da galera.

O público tem comparecido em bom número até mesmo em modalidades pouco populares aqui no Brasil, como beisebol, esgrima e ciclismo BMX. Os torcedores prestigiam inclusive jogos nos quais brasileiros não estão envolvidos.

No basquete feminino, por exemplo, partidas entre Colômbia e EUA, e Argentina e Cuba contaram com público razoável.

Razoável, porém, muito animado. A torcida sempre escolhe e acolhe um visitante.

No primeiro jogo, os EUA, como na maioria das modalidades do Pan, levaram as vaias. Conseqüentemente, as colombianas ficaram com os gritos de incentivo.

A segunda partida quebrou a teoria de quem pensava que a rivalidade entre Brasil e Argentina era a mais acirrada das Américas. Os brasileiros parecem não ter engolido a derrota para Cuba, na final do vôlei feminino, e elegeram as cubanas como adversárias a serem batidas.

Os torcedores vibravam muito a cada ponto das argentinas. Por outro lado, quando Cuba tinha a posse de bola, as vaias ecoavam na Arena.

Para o torcedor brasileiro que prestigia o Pan, tudo é festa. Vale até torcer para a Argentina. No meio desse povão, o que se vê é gente de toda parte do Brasil. Uma vasta composição de uma só torcida, muito elogiada por atletas, técnicos e dirigentes de outros países.

Gente que veste a camisa e leva bandeiras de seu time do coração. Botafogo, Fluminense, Vasco, Flamengo, Atlético-MG e São Paulo são, de longe, os mais representados nas arquibancadas.

Celebridades e ex-atletas ainda fazem a alegria da galera. Oscar Schmidt, que, quando não está comentando as partidas de basquete pela TV, é um dos puxadores de torcida, encabeça a lista dos mais ovacionados.

O fato é que a torcida brasileira comprou a idéia do slogan dos Jogos (“Viva essa energia”). E é nessa torcida que mora o verdadeiro sentido de o Pan-Americano ser a maior festa das Américas.



- Postado por: Breiller Pires às 23h26
[ ] [ envie esta mensagem ]

Compartilhe: AddThis Feed Button
___________________________________________________