Rola Blog - Bem-humorado em suas quatro linhas. Ou melhor, entrelinhas.

Translate Traduca Traduzca Traduisez


------------------------------
:: Conheça o PERFIL do Rola Blog e do autor
------------------------------


E-mail


E-mail
Adicione o RB aos favoritos
------------------------------


RSS


Da Arquibancada:
- Sua nota para o Rola Blog
- Indique esse Blog


Enquete
Para o Brasil receber megaeventos esportivos, o mais importante é...

Investir em mobilidade urbana e infra-estrutura

Construir arenas e estádios modernos

Planejar o legado

Estruturar o esporte de base aliado à educação

Votar


Galeria.RB
- Álbum de figurinhas
- Ingressos históricos
- Joga Blog (Games)
- Wallpapers NBA
- Mapa do site
- Escrete Virtual
- Matérias Revista Placar


TV


PODCAST


Coberturas Especiais:
- ROLA BLOG NO PAN
- COPA DO MUNDO 2006
- OLIMPÍADAS 2008
- ELES QUEREM ESTÁDIO

BLOGS


ESPORTE


Siga o Rola Blog:
------------------------------

Twitter

Orkut


Facebook


Flickr


Youtube

------------------------------

Arquivo Esportivo:
- 26/09/2010 a 02/10/2010
- 18/07/2010 a 24/07/2010
- 11/07/2010 a 17/07/2010
- 04/07/2010 a 10/07/2010
- 27/06/2010 a 03/07/2010
- 20/06/2010 a 26/06/2010
- 13/06/2010 a 19/06/2010
- 30/05/2010 a 05/06/2010
- 16/05/2010 a 22/05/2010
- 09/05/2010 a 15/05/2010
- 02/05/2010 a 08/05/2010
- 11/04/2010 a 17/04/2010
- 21/03/2010 a 27/03/2010
- 07/03/2010 a 13/03/2010
- 14/02/2010 a 20/02/2010
- 24/01/2010 a 30/01/2010
- 10/01/2010 a 16/01/2010
- 20/12/2009 a 26/12/2009
- 13/12/2009 a 19/12/2009
- 29/11/2009 a 05/12/2009
- 22/11/2009 a 28/11/2009
- 15/11/2009 a 21/11/2009
- 08/11/2009 a 14/11/2009
- 01/11/2009 a 07/11/2009
- 25/10/2009 a 31/10/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 20/09/2009 a 26/09/2009
- 16/08/2009 a 22/08/2009
- 09/08/2009 a 15/08/2009
- 02/08/2009 a 08/08/2009
- 26/07/2009 a 01/08/2009
- 19/07/2009 a 25/07/2009
- 12/07/2009 a 18/07/2009
- 05/07/2009 a 11/07/2009
- 28/06/2009 a 04/07/2009
- 21/06/2009 a 27/06/2009
- 07/06/2009 a 13/06/2009
- 17/05/2009 a 23/05/2009
- 03/05/2009 a 09/05/2009
- 19/04/2009 a 25/04/2009
- 05/04/2009 a 11/04/2009
- 22/03/2009 a 28/03/2009
- 15/03/2009 a 21/03/2009
- 08/03/2009 a 14/03/2009
- 01/03/2009 a 07/03/2009
- 22/02/2009 a 28/02/2009
- 15/02/2009 a 21/02/2009
- 08/02/2009 a 14/02/2009
- 25/01/2009 a 31/01/2009
- 18/01/2009 a 24/01/2009
- 11/01/2009 a 17/01/2009
- 04/01/2009 a 10/01/2009
- 21/12/2008 a 27/12/2008
- 14/12/2008 a 20/12/2008
- 07/12/2008 a 13/12/2008
- 30/11/2008 a 06/12/2008
- 23/11/2008 a 29/11/2008
- 16/11/2008 a 22/11/2008
- 02/11/2008 a 08/11/2008
- 26/10/2008 a 01/11/2008
- 19/10/2008 a 25/10/2008
- 05/10/2008 a 11/10/2008
- 21/09/2008 a 27/09/2008
- 14/09/2008 a 20/09/2008
- 07/09/2008 a 13/09/2008
- 31/08/2008 a 06/09/2008
- 24/08/2008 a 30/08/2008
- 17/08/2008 a 23/08/2008
- 10/08/2008 a 16/08/2008
- 03/08/2008 a 09/08/2008
- 20/07/2008 a 26/07/2008
- 13/07/2008 a 19/07/2008
- 06/07/2008 a 12/07/2008
- 29/06/2008 a 05/07/2008
- 22/06/2008 a 28/06/2008
- 15/06/2008 a 21/06/2008
- 08/06/2008 a 14/06/2008
- 01/06/2008 a 07/06/2008
- 25/05/2008 a 31/05/2008
- 18/05/2008 a 24/05/2008
- 11/05/2008 a 17/05/2008
- 04/05/2008 a 10/05/2008
- 27/04/2008 a 03/05/2008
- 20/04/2008 a 26/04/2008
- 13/04/2008 a 19/04/2008
- 06/04/2008 a 12/04/2008
- 30/03/2008 a 05/04/2008
- 23/03/2008 a 29/03/2008
- 16/03/2008 a 22/03/2008
- 09/03/2008 a 15/03/2008
- 02/03/2008 a 08/03/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 17/02/2008 a 23/02/2008
- 10/02/2008 a 16/02/2008
- 03/02/2008 a 09/02/2008
- 27/01/2008 a 02/02/2008
- 20/01/2008 a 26/01/2008
- 13/01/2008 a 19/01/2008
- 06/01/2008 a 12/01/2008
- 30/12/2007 a 05/01/2008
- 23/12/2007 a 29/12/2007
- 16/12/2007 a 22/12/2007
- 09/12/2007 a 15/12/2007
- 02/12/2007 a 08/12/2007
- 25/11/2007 a 01/12/2007
- 18/11/2007 a 24/11/2007
- 11/11/2007 a 17/11/2007
- 04/11/2007 a 10/11/2007
- 28/10/2007 a 03/11/2007
- 21/10/2007 a 27/10/2007
- 16/09/2007 a 22/09/2007
- 02/09/2007 a 08/09/2007
- 26/08/2007 a 01/09/2007
- 19/08/2007 a 25/08/2007
- 12/08/2007 a 18/08/2007
- 05/08/2007 a 11/08/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 22/07/2007 a 28/07/2007
- 15/07/2007 a 21/07/2007
- 08/07/2007 a 14/07/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 24/06/2007 a 30/06/2007
- 17/06/2007 a 23/06/2007
- 10/06/2007 a 16/06/2007
- 03/06/2007 a 09/06/2007
- 27/05/2007 a 02/06/2007
- 20/05/2007 a 26/05/2007
- 13/05/2007 a 19/05/2007
- 06/05/2007 a 12/05/2007
- 29/04/2007 a 05/05/2007
- 22/04/2007 a 28/04/2007
- 15/04/2007 a 21/04/2007
- 08/04/2007 a 14/04/2007
- 01/04/2007 a 07/04/2007
- 25/03/2007 a 31/03/2007
- 18/03/2007 a 24/03/2007
- 11/03/2007 a 17/03/2007
- 04/03/2007 a 10/03/2007
- 25/02/2007 a 03/03/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 21/01/2007 a 27/01/2007
- 14/01/2007 a 20/01/2007
- 07/01/2007 a 13/01/2007
- 24/12/2006 a 30/12/2006
- 10/12/2006 a 16/12/2006
- 26/11/2006 a 02/12/2006
- 19/11/2006 a 25/11/2006
- 05/11/2006 a 11/11/2006
- 29/10/2006 a 04/11/2006
- 22/10/2006 a 28/10/2006
- 15/10/2006 a 21/10/2006
- 08/10/2006 a 14/10/2006
- 01/10/2006 a 07/10/2006
- 24/09/2006 a 30/09/2006
- 10/09/2006 a 16/09/2006
- 03/09/2006 a 09/09/2006
- 27/08/2006 a 02/09/2006
- 20/08/2006 a 26/08/2006
- 13/08/2006 a 19/08/2006
- 06/08/2006 a 12/08/2006
- 30/07/2006 a 05/08/2006
- 23/07/2006 a 29/07/2006
- 16/07/2006 a 22/07/2006
- 09/07/2006 a 15/07/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 25/06/2006 a 01/07/2006
- 18/06/2006 a 24/06/2006
- 11/06/2006 a 17/06/2006
- 04/06/2006 a 10/06/2006
- 28/05/2006 a 03/06/2006
- 21/05/2006 a 27/05/2006
- 14/05/2006 a 20/05/2006
- 07/05/2006 a 13/05/2006
- 30/04/2006 a 06/05/2006
- 23/04/2006 a 29/04/2006
- 16/04/2006 a 22/04/2006
- 09/04/2006 a 15/04/2006
- 02/04/2006 a 08/04/2006
- 26/03/2006 a 01/04/2006
- 19/03/2006 a 25/03/2006
- 12/03/2006 a 18/03/2006
- 05/03/2006 a 11/03/2006
- 26/02/2006 a 04/03/2006
- 19/02/2006 a 25/02/2006
- 12/02/2006 a 18/02/2006
- 05/02/2006 a 11/02/2006
- 29/01/2006 a 04/02/2006
- 22/01/2006 a 28/01/2006

------------------------------


Technorati


RB NO PAN-2007: Parte 1Parte 2 | Parte 3 | Parte 4 | Parte 5

Gafes, rebuliços e jornalistas

A Arena Multiuso do Rio não é palco só da ginástica artística e do basquete neste Pan-Americano. Lá, também, jornalistas se aglomeram atrás dos atletas e, muitas vezes, falam, perguntam e fazem o que não devem.

O experiente repórter da Record, Roberto Thomé, quis inovar na apresentação de uma reportagem. Na passagem, diante da câmera, ele foi subindo as arquibancadas de costas. Foi subindo, subindo e... caiu sentado. Sorte dele que não estava ao vivo.

Representando o portal Terra, uma jornalista fazia a cobertura minuto-a-minuto da ginástica artística, na tribuna de imprensa, sem a menor instrução sobre o esporte:

- Vem cá, como que ganha medalha aí [na ginástica]? É a equipe que faz menos pontos é?

- Não, moça! É quem faz mais pontos, mesmo. Quem tira a maior nota, no caso.

- Ah, é? Achei que quando um atleta caía, ganhava pontos, e quem acumulasse mais, perdia.

Já pela Rádio Bandeirantes, na coletiva de imprensa, o “enviado especial” fez uma pergunta pra lá de “inteligente” para a ginasta brasileira Jade Barbosa. Após descobrir que um dos hobbys da menina era desenhar, ele não hesitou:

- Jade, se fosse para fazer um desenho, quando você estava em cima do pódio, o que você desenharia? [a brasileira ficou sem resposta, e a pauta à la Revista Capricho do repórter provavelmente deve ter caído].

Na mesma coletiva, outro repórter, dessa vez da Gazeta Esportiva, foi mais atrevidinho. Como Jade perdera a mãe ainda quando criança, ele quis causar comoção:

- Jade, quando você caiu e chorou nas barras assimétricas, você lembrou da sua mãe?

- Nem lembrei. Só lembrei dela agora, porque você me perguntou.

Por fim, como não poderia faltar, um representante da Rede Globo na série das gafes aparece em cena.

O repórter Ivan Moré, que aproveitou o dia de intervalo na Arena para cobrir as provas de remo, na Lagoa Rodrigo de Freitas, se irritou com um funcionário da emissora que gera as imagens do Pan.

Ele alegava que o funcionário estava atrapalhando seu trabalho. Discutiram e acabaram saindo no tapa. A Força Nacional teve de intervir na rusga entre os dois, e Ivan saiu imobilizado para a delegacia.

E tem gente que ainda acha que jornalistas são pessoas sérias.



- Postado por: Breiller Pires às 09h32
[ ] [ envie esta mensagem ]

Compartilhe: AddThis Feed Button
___________________________________________________




A cara dos Jogos

Se a organização do Pan Rio-2007 falhou em muitos aspectos, como os do orçamento e do transporte público, em um deles o planejamento foi bastante eficaz.

Nunca em Jogos Pan-Americanos – talvez até em Olimpíadas –, uma identidade foi tão bem demarcada e relacionada à cidade-sede.

O logotipo, primeiramente, traduz a cara do Rio de Janeiro. Segundo os criadores, os pássaros coloridos representam a união entre povos distintos e o espírito de equipe.

Nada mais fiel a uma cidade que reúne tantas tribos e serve de palco para tantas práticas esportivas. Falando em cenário, a forma dos pássaros representa um dos principais cartões postais do Rio, o Pão de Açúcar.

Ainda no logotipo, o “Rio 2007” está disposto de forma arrojada, como símbolo dos calçadões das praias cariocas.

O número “7” faz alusão a um troféu pela metade. Talvez os criadores quiseram remeter ao título brasileiro de 1987, “dividido” entre Sport e Flamengo – clube de maior torcida do Brasil.

Brincadeira à parte, a identificação da marca não se esgotou apenas no logotipo. A mascote dos Jogos se identifica ainda mais com estilo carioca de ser.

O solzinho Cauê, que reflete o clima tropical e a vivacidade de uma grande metrópole, caiu no gosto do público e é sucesso por onde passa. Sucesso, também, de vendas, nas lojas oficiais do Pan.

Além do logotipo e da mascote, a identidade do Pan Rio-2007 conta com cores vivas e formas que remetem a diversos pontos turísticos do Rio em suas peças publicitárias. Nada mais carioca. Nada mais chamativo para os turistas.

As belezas e as diversas culturas da cidade foram reverenciadas na identidade dos Jogos. Os valores agregados ao esporte são de encher os olhos - e os bolsos de quem investiu na marca do Pan.

Sinal dos tempos ou mero trabalho de planejamento, o fato é que, cada vez mais, marketing e esporte integram-se em uma perfeita combinação. Um elo tão próximo quanto os pássaros do logotipo do Rio-2007.



- Postado por: Breiller Pires às 09h24
[ ] [ envie esta mensagem ]

Compartilhe: AddThis Feed Button
___________________________________________________




Frieza americana

Shawn Johnson. Não se espante em ouvir este nome por várias vezes nas Olimpíadas do ano que vem, em Pequim.

A norte-americana é a nova sensação da ginástica artística. Neste Pan-Americano, a loirinha de apenas 16 anos esbanjou carisma, simpatia e incomparável leveza em seus movimentos. Resultado: quatro medalhas de ouro.

Shawn igualou a marca de outra ginasta norte-americana, Shannon Miller, que também levou quatro ouros no Pan de Mar del Plata, em 1995.

Se tivesse subido ao lugar mais alto do pódio outra vez, o feito de Shawn seria ainda mais importante.

Ela igualaria ao recorde das compatriotas Linda Metheny e Ana Carr, que conquistaram cinco ouros em uma mesma edição de Jogos Pan-americanos, em Winnipeg 1967 e Cidade do México 1975, respectivamente, na ginástica artística.

A torcida brasileira, que lotou a Arena Multiuso do Rio para as apresentações da ginástica, bem que tentou vaiar Shawn, já que ela disputava medalhas com Laís Souza e Jade Barbosa.

No entanto, os torcedores logo se renderam às belíssimas performances da pequena notável. Do alto do pódio, por quatro vezes, Shawn viu o público brasileiro aplaudi-la de pé.

Alguns jornalistas se arriscaram até a compará-la à Nadia Comaneci, ginasta romena que fez história ao conquistar a primeira nota máxima na história da ginástica artística.

No fim das competições, Shawn revelou que durante os treinamentos tenta desenvolver um sistema de bloqueio capaz de deixá-la alheia ao barulho da torcida ou a qualquer fator externo que possa desconcentrá-la no momento das apresentações.

Esse tipo de sistema parece ter faltado às ginastas brasileiras, principalmente à Jade. A brasileira tem talento, assim como Shawn. Mas lhe falta a frieza.

Frieza americana, que, a cada movimento da pequena ginasta ianque, deixa transparecer a imagem de um novo fenômeno do esporte.



- Postado por: Breiller Pires às 15h09
[ ] [ envie esta mensagem ]

Compartilhe: AddThis Feed Button
___________________________________________________




Atrás da grade

O vôlei de praia é uma das modalidades mais procuradas nas bilheterias do Pan-Americano.

Até porque não há outro esporte que traduza com tamanha fidelidade a cara do Rio de Janeiro. Cenário perfeito. Copacabana e praia; mar, bola e areia.

O Brasil tem grandes chances de faturar o ouro com as duplas Ricardo e Emanuel, Juliana e Larissa. Segundo o Comitê Organizador dos Jogos, os ingressos para as finais tanto no masculino quanto no feminino já estão esgotados.

Quem saiu de longe para ver de perto os gigantes da praia, sem ter comprado ingresso com no mínimo um mês de antecipação, vai ficar de fora da festa.

Desorganização, cambistas e falta de informação marcaram as vendas nas bilheterias – não só do vôlei de praia, como também de outras modalidades do Pan.

Em uma arena tão ampla e bem estruturada como a de Copacabana, é possível que mesmo nas finais haja lugares sobrando. O torcedor, que em certos casos vem de fora para prestigiar o evento, é quem perde mais uma vez. 



- Postado por: Breiller Pires às 09h34
[ ] [ envie esta mensagem ]

Compartilhe: AddThis Feed Button
___________________________________________________




O de sempre

3 a 0, com direito a gol contra. Um prato cheio para tirar sarro dos hermanos mais uma vez.

Freguês tem sempre preferência. Por isso mesmo, para servir com excelência, a Seleção guarda o melhor de seu futebol para a clientela.

Em qualquer circunstância, diante da alvi-celeste numa decisão, servimos prontamente à moda bem brasileira. Com chocolate e goleada.

O próximo prato sai neste Pan-Americano, no handebol masculino. Em Santo Domingo-2003, levamos o ouro na modalidade em cima dos célebres fregueses.

Serão bem servidos novamente, ainda mais na nossa própria casa.



- Postado por: Breiller Pires às 10h37
[ ] [ envie esta mensagem ]

Compartilhe: AddThis Feed Button
___________________________________________________




Santa mãozinha

Ontem, o Pan começou de verdade. O trabalho na Arena Multiuso do Rio foi intenso. Afinal, um dia inteiro cobrindo competições simultâneas de ginástica artística não poderia ter sido diferente.

A torcida brasileira compareceu em peso para apoiar os ginastas. Os irmãos Diego e Daniele Hypólito, juntos com Laís Souza e Daiane dos Santos, foram os mais festejados pelo público.

As equipes masculina e feminina do Brasil acabaram levando a medalha de prata, resultados inéditos para a ginástica artística do país em Pan-americanos.

Mas quem também mereceu ganhar uma medalha foi o ídolo e ex-jogador do basquete, Oscar Schmidt. Na arquibancada da Arena, ele não parou quieto um minuto. Se levantava, pulava, berrava e incentivava as meninas da equipe brasileira o tempo todo.

O Mão Santa ainda dava atenção a todos os torcedores que se aproximavam para uma foto. Vibração e simpatia faziam do grande ícone do esporte olímpico brasileiro um típico “torcedor da geral”.

Enquanto as ginastas partiam para a última série nos aparelhos, Oscar, dependurado na grade da arquibancada, gritava efusivamente: “Vamo, Dani! Vamo, Daiane! Vamo, Brasil!”.

O empurrão do medalhista de ouro no Pan de Indianápolis, em 1987, foi, no mínimo, oportuno. As brasileiras pularam da quinta para a segunda colocação geral e garantiram a prata.

Ídolo, ícone, atleta, marco do esporte... Além do que todo mundo sabe, Oscar representa, também, a cara do legítimo e apaixonado torcedor brasileiro.



- Postado por: Breiller Pires às 10h07
[ ] [ envie esta mensagem ]

Compartilhe: AddThis Feed Button
___________________________________________________